en

No mundo nua: a fotógrafa Magdalena Wosinska retrata sua própria liberdade onde quer que esteja from Admin's blog

Já imaginou que maravilha viver num lugar onde roupas fossem apenas uma opção? Viemos ao mundo sem elas e assim que saímos da barriga da mãe, alguém imediatamente se apressa para nos vestir. Quase como uma sentença vitalícia, temos de fazer isso diariamente. Contrariando as imposições sociais, a fotógrafa polonesa Magdalena Wosinska faz da nudez não só parte de seu trabalho e expressão artística, mas um estilo de vida. Uma liberdade descarada e sem medo.

A fotografia começou em meados dos anos 1990, quando ela passou a registrar momentos de seus amigos skatistas e da cena musical do metal, da qual fez parte, no Arizona (EUA). Depois houve uma imersão dentro do campo editorial e comercial, mas com uma pegada divertida, espontânea e autêntica, que tornam seu trabalho mais humanizado, mais real, mesmo que dentro de um mercado cheio de normas. Para a fotógrafa, é preciso desenvolver exatamente isso, um estilo próprio para que o mundo note seu trabalho.

magdalena-wosinska9

Vivendo em Los Angeles desde 2004, ela já tem alguns livros lançados e se destacou na internet com o projeto The Magdalena Experience, na qual retrata a si mesma completamente ou parcialmente nua em meio a paisagens e cenários inspiradores ao redor do planeta. A ideia é inspirar as pessoas e manter a ideia de que a nudez é atemporal, já que segundo a própria, “ninguém consegue dizer qual status, classe ou grupo você pertence se está sem roupa”. Aos 33 anos, Magda conversou um pouco comigo sobre suas experiências e objetivos.

Nômades Digitais: a primeira vez que vi suas fotos, tive a ideia de um “mundo nu”, o que seria extremamente libertador.  Você tem essa ideia de que não deveríamos usar roupas de maneira alguma?

Haha não, eu realmente sinto que a nudez na natureza é verdadeiramente atemporal.

– A nudez para você é sobre arte, estilo de vida ou experimento? Você se sente melhor quando está na sua própria pele? Suas experiências melhoram sua autoestima ou inspiram as pessoas a amar a si mesmas?

Eu acredito que tenha inspirado os outros a se sentirem bem em sua própria pele, com certeza! Para mim isso é sobre liberdade, arte e estilo de vida. Eu também amo lugares quentes, então é quase vicioso ter sua pele nua no sol quente em todos os tempos.

magdalena-wosinska10

– Você disse que a nudez é atemporal, o que concordo totalmente, e bem, o consumo define as pessoas e as dá status social. Você acredita que os seres humanos julgariam menos se todos eles andassem nus e sem vergonha alguma disso?

Em um mundo perfeito, se isso pudesse ser verdade, então seria um ótimo mundo para se viver.

– Como é o seu trabalho como fotógrafa? Prefere fotografar modelos, pessoas que encontra ou você mesma e por que?

Eu fotografo propagandas de estilo de vida. E eu amo fotografar pessoas reais com histórias reais, pois então posso me conectar de verdade com os meus assuntos.

Abaixo, a fotógrafa abraça a mãe, nua.

magdalena-wosinska11

 

– Qual é a melhor maneira de gastar o dinheiro que você ganha?

Em viagens e projetos de arte.

– Você se considera uma nômade digital ou cidadã do mundo? Qual país ou cidade você mais sente falta neste mundo louco?

Eu sou um dinossauro e sinto falta de casa quando estou longe.

magdalena-wosinska6

– Tem alguma dica para quem está embarcando em uma nova jornada?

É complicado ter uma rotina e manter os pés no chão, mas eu tento estar em um bom lugar e me preparar bem para longas viagens.

– Você tem um carro bem legal…curte pegar a estrada? Recomenda alguma viagem para nós?

Qual carro, o Chevelle? Essa é a coisa favorita que comprei pra mim. Eu queria um desde quando era adolescente e finalmente consegui quando completei 30 anos. Viagens na estrada são incríveis em qualquer lugar, você só precisa sair de casa!

magdalena-wosinska

– Você já esteve no Brasil? Tem planos para vir pra cá?

Fui algumas vezes. Minha irmã morou aí por anos, então eu toquei numa banda de metal chamada “Green and Wood” e nós tocamos em uma festa da Vice há uns cinco anos atrás.

– Agora, a grande pergunta: a melhor coisa de viajar é…

Aprender sobre novas culturas, conhecer novas pessoas e mudar perspectivas!

magdalena-wosinska2

Com a banda de metal Green and Wood

green-and-wood

magdalena-wosinska8

magdalena-wosinska3

magdalena-wosinska7

magdalena-wosinska5

magdalena-wosinska12


Share:
Previous post     
     Next post
     Blog home

The Wall

No comments
You need to sign in to comment

Post

By Admin
Added Jun 24

Rate

Your rate:
Total: (0 rates)

Archives